Sistema De Jornalismo Itavófm.

Ola amigos De Itaipulândia e região Estamos Sempre Inovando Para que você fique Bem Informado e agradecemos a Tua Preferência E Companhia de Todos Os Dias Um Bom 2019 A Todos.

Rádio Itavofm 90;3

Rádio Itavofm 90;3
Todos os Dias das 6 da Manhã as 7 Programa Alvorada Sertaneja apresentação Fernandes Miguel

Classificados Itavó FM

Classificados Itavó FM
Vende se Casas e terrenos Em Itavó

sexta-feira, 23 de agosto de 2019

Bolsonaro diz que 'tendência' é enviar Forças Armadas para combater incêndios na Amazônia

Bolsonaro diz que 'tendência' é enviar Forças Armadas para combater incêndios na Amazônia   Bolsonaro diz que 'tendência' é enviar Forças Armadas para combater incêndios na Amazônia

Por...www.obsevadornews.com.br... Brasília



O presidente Jair Bolsonaroafirmou na manhã desta sexta-feira (23) que a "tendência" é a de que o governo federal envie as Forças Armadas para combater incêndios na região amazônica.
Bolsonaro foi questionado por jornalistas na portaria do Palácio da Alvorada sobre ajuda do governo federal para combater as queimadas na Amazônia.
"A tendência é essa, a gente fecha agora de manhã", declarou.
O apoio das Forças Armadas é autorizado pelo presidente da República por meio de decreto de Garantia da Lei e da Ordem (GLO). Geralmente ocorre de forma pontual, em localidade específica e por tempo pré-determinado.
Nos últimos anos, a GLO foi usada em situações de risco de segurança para a população, como quando foi aplicada para combater o crime organizado no Rio de Janeiro e para garantir a normalidade de eleição no Amazonas, ambos os casos registrados em julho de 2017.

Aumento das queimadas

O presidente Jair Bolsonaro se reuniu na noite desta quinta-feira (22) com ministros para discutir as queimadas na floresta, que aumentaram 82% de janeiro a agosto na comparação com o mesmo período do ano passado e se intensificaram nas últimas semanas.
Participaram da reunião os ministros Onyx Lorenzoni (Casa Civil), Augusto Heleno (Segurança Institucional), Fernando Azevedo e Silva (Defesa), Ricardo Salles (Meio Ambiente), Ernesto Araújo (Relações Exteriores), Jorge Oliveira (Secretaria-Geral), Luiz Eduardo Ramos (Secretaria de Governo) e Tereza Cristina (Agricultura).
Bolsonaro assinou um despacho determinando a todos os ministros que adotem medidas necessárias para o "levantamento e o combate a focos de incêndio na região da Amazônia Legal". O objetivo, segundo o despacho, é a "preservação e a defesa da Floresta Amazônica, patrimônio nacional" (veja no vídeo abaixo).
Nesta quarta-feira (22), o presidente disse que integrantes de organizações não governamentais (ONGs) estavam envolvidos nas queimadas na Amazônia. Bolsonaro não apresentou provas, e a declaração gerou críticas de ambientalistas.
O presidente voltou ao assunto nesta quinta-feira (23). Novamente sem apresentar provas, ele disse que integrantes de ONGs e fazendeiros podem estar envolvidos nas queimadas.
"Pode, pode ser fazendeiro, pode. Todo mundo é suspeito, mas a maior suspeita vem de ONGs", declarou o presidente.

Repercussão

O assunto ganhou repercussão internacional. O secretário-geral da Organização das Nações Unidas (ONU), António Guterres, afirmou nesta quinta-feira (22) estar profundamente preocupado com os incêndios florestais na floresta amazônica.
Também nesta quinta, o presidente francês, Emmanuel Macron, informou que o tema deverá ser discutido em reunião do G7 deste fim de semana, em Biarritz, sudoeste da França (veja no vídeo abaixo).
Nesta sexta, a chanceler alemã, Angela Merkel, classificou a situação da Amazônia como "preocupante" e chamou de "ameaça" para "o mundo inteiro". Ela também declarou que o tema precisa ser debatido no encontro do G7.
Nas redes sociais, Bolsonaro disse que lamenta que o presidente francês instrumentalize uma questão interna do Brasil e de outros países amazônicos "para ganhos políticos pessoais". Segundo Bolsonaro, o tom sensacionalista com que Macron se refere à Amazônia, apelando até para fotos falsas, "não contribui em nada para a solução do problema".
Bolsonaro declarou que o governo brasileiro segue aberto ao diálogo, com base em dados objetivos e no respeito mútuo. Disse, ainda, que a sugestão de Macron de discutir assuntos amazônicos no G7, sem a participação dos países da região amazônica, "evoca mentalidade colonialista descabida no século 21".

Uso das Forças Armadas

Caso a Garantia de Lei de Ordem seja, de fato, acionada pela Presidência da República, será a segunda vez desde 1992 que este mecanismo é aplicado para uma ação envolvendo o meio ambiente.
Entre agosto de 2004 e dezembro de 2005, a medida foi tomada também na Amazônia Legal para garantir apoio logístico e segurança em ações do Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama).
As demais ações de GLO foram feitas para casos de combate à violência urbana, greve da Polícia Militar nos estados, realização de grandes eventos, como cúpulas internacionais e visitas de autoridades estrangeiras, garantia de eleições e de segurança na realização de grandes obras, como usinas hidrelétricas e subestações de energia.

0 comentários:

Postar um comentário

fotos google

Social

Notícias Populares

Poder Legislativo De Itaipulândia Paraná

Poder Legislativo De Itaipulândia Paraná
PAUTA 30ª Sessão Ordinária, do segundo período legislativo, da Sétima legislatura do Município de Itaipulândia, Estado do Paraná, realizada às 19:00 horas no dia 09 de setembro do ano de dois mil e dezenove, em sua Sede própria, com a seguinte, ORDEM DO DIA 1- Chamada Nominal dos Vereadores pelo Secretário; 2- Leitura de um trecho Bíblico: Vereador Roberto Piano. 3- Leitura, Discussão e votação da Ata: 29ª Sessão Ordinária de 2019 4-Leitura dos Expedientes. GRANDE EXPEDIENTE: PROJETOS DE LEIS EM PRIMEIRA DISCISSÃO E VOTAÇÃO: Projeto de Lei nº 063/2019- Que Dispõe sobre a reestruturação administrativa do Poder Executivo do Município de Itaipulândia e dá outras providências; Projeto de Lei nº 064/2019- Que Dispõe sobre a alteração do sistema de Cargos em Comissão e dá outras providências; Projeto de Lei nº 065/2019- “Que Dispõe sobre os componentes do Município de Itaipulândia referente ao Sistema Nacional de Segurança Alimentar -SISAN-, define os parâmetros para elaboração e implementação do Plano Municipal de Segurança Alimentar e Nutricional e dá outras providências”. MENSAGENS DO PROJETO DE LEI E PROJETO DE DECRETO LEGISLATIVO QUE SERÃO LIDOS E ENCAMINHADOS PARA ANALISE DAS COMISSÕES PERMANENTES: Mensagem do Projeto de Lei nº073/2019- Que acrescenta dispositivos da Lei Municipal nº 1.491/2016, Visa incluir ao estatuto do Servidor Público a possibilidade de implementar através de Lei especifica gratificações especiais aos servidores; Mensagem de Decreto Legislativo nº03/2019- Concede Título de Honra ao Mérito ao Professor José Jacob Heckler Griebeler, autoria do Vereador Vilso Nei Serena. INDICAÇÃO QUE SERÁ LIDA E ENCAMINHADA AO ORGÃO COMPETENTE: Indicação nº51/2019 Vereador Marcos Paulo Coradini INDICA a Prefeita Municipal, Exma. Sra. Cleide Inês Griebeler, que seja denominado a Rua Projetada-A localizada no Bairro Jardim Curitibano como “Rua Erno Baron”. Justificativa: Erno Baron foi um pioneiro que muito contribuiu com o desenvolvimento da nossa cidade. No inicio (1966) veio a residir na comunidade de Cristo Rei, desenvolvendo a atividade agrícola, e voluntariamente ajudou na construção da escola e igreja local. Foi Presidente da Igreja e se envolvia muito com diversas ações voltadas a comunidade. Após a formação do Lago de Itaipu, mudou-se com sua família para a cidade quando aposentou-se. Faleceu no dia 30 de agosto de 1993. Como forma de homenagem a esse pioneiro e sua família, solicitamos que a Rua Projetada-A passe a denominar-se Rua Erno Baron. Sala de Sessões da Câmara Municipal de Itaipulândia, em 06 de setembro de 2019. Vilso Nei Serena Presidente