Sistema De Jornalismo Itavófm.

Ola amigos De Itaipulândia e região Estamos Sempre Inovando Para que você fique Bem Informado e agradecemos a Tua Preferência E Companhia de Todos Os Dias Um Bom 2019 A Todos.

Rádio Itavofm 90;3

Rádio Itavofm 90;3
Todos os Dias das 6 da Manhã as 7 Programa Alvorada Sertaneja apresentação Fernandes Miguel

Classificados Itavó FM

Classificados Itavó FM
Vende se Casas e terrenos Em Itavó

quarta-feira, 19 de fevereiro de 2020

Regina Duarte assume Secretaria de Cultura depois do carnaval, diz ministro do Turismo



Ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio visitou pontos turísticos do Recife nesta quarta-feira (19) — Foto: Marina Meireles/G1Ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio visitou pontos turísticos do Recife nesta quarta-feira (19) — Foto: Marina Meireles/G1

O ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, afirmou que Regina Duarte deve assumir a Secretaria de Cultura depois de cerca de dez a quinze dias do fim do carnaval. O anúncio foi feito durante uma visita ao Bairro do Recife, no Centro da capital pernambucana, nesta quarta-feira (19).
"A expectativa é de que [a nomeação] seja o quanto antes. Não consigo mensurar um prazo definitivo, mas acredito que depois do carnaval, num prazo máximo de dez ou quinze dias, acredito que ela já esteja empossada no cargo", disse.
Segundo o ministro, já foram feitas algumas reuniões com a atriz antes de que ela assuma a Secretaria. "A Regina é uma pessoa de uma cabeça espetacular, tem uma bagagem muito grande na área de cultura. Tive várias reuniões com ela e ela está realmente imbuída nesse processo de resgatar a cultura do Brasil", disse.
Após a saída de Roberto Alvim, o convite para que Regina Duarte assumisse o cargo na Secretaria de Cultura foi feito pelo presidente Jair Bolsonaro e aceito pela atriz em 29 de janeiro (veja vídeo abaixo). A nomeação ainda não foi publicada no Diário Oficial.

Visita

A viagem do ministro do Turismo a Pernambuco faz parte de uma agenda pré-carnavalesca da pasta em cidades como Rio de Janeiro e Salvador. Na capital pernambucana, Marcelo Álvaro anunciou a liberação de R$ 413 mil para uma reforma no Paço do Frevo, museu inaugurado em 2014 que conta a história do ritmo pernambucano.
"Esse recurso está no programa Investe Turismo, uma parceria com o Sebrae. Portanto, o Sebrae faz o repasse do recurso para a secretaria estadual, que faz a execução da obra. Espero que no ano de 2020 se inicie", afirmou.
Além do museu que recebe os recursos, o ministro também visitou a Sinagoga Kahal Zur Israel, a primeira das Américas, e a Central do Carnaval, espaço que oferece serviços como atendimento médico, ao consumidor e venda de alimentos e artesanatos para os foliões. À tarde, Marcelo Álvaro segue para Olinda.
Somente para o carnaval de Pernambuco, o Ministério do Turismo espera a movimentação de R$ 457 milhões durante o carnaval. Também há expectativa de 3,7 milhões de foliões em Olinda e de outros 1,6 milhão no Recife.

Um dia depois de insultar jornalista, Bolsonaro evita repórteres e volta a atacar imprensa Este trecho é parte de conteúdo que pode ser compartilhado utilizando o link https://valor.globo.com/politica/noticia/2020/02/19/bolsonaro-ataca-jornalistas-e-classifica-imprensa-como-partido-politico-a-esquerda-do-pt.ghtml ou as ferramentas oferecidas na página. Textos, fotos, artes e vídeos do Valor estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não reproduza o conteúdo do jornal em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização do Valor (falecom@valor.com.br). Essas regras têm como objetivo proteger o investimento que o Valor faz na qualidade de seu jornalismo.

Um dia depois de insultar jornalista, Bolsonaro evita repórteres e volta a atacar imprensa
O presidente classificou a imprensa como "partido político à esquerda do PT"





Em conversa com fãs no Palácio da Alvorada nesta quarta-feira, o presidente Jair Bolsonaro voltou a a

Este trecho é parte de conteúdo que pode ser compartilhado utilizando o link https://valor.globo.com/politica/noticia/2020/02/19/bolsonaro-ataca-jornalistas-e-classifica-imprensa-como-partido-politico-a-esquerda-do-pt.ghtml ou as ferramentas oferecidas na página.
Textos, fotos, artes e vídeos do Valor estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não reproduza o conteúdo do jornal em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização do Valor (falecom@valor.com.br). Essas regras têm como objetivo proteger o investimento que o Valor faz na qualidade de seu jornalismo.

terça-feira, 18 de fevereiro de 2020

Comissão de Ética da Presidência arquiva denúncia sobre Fábio Wajngarten



A Comissão de Ética Pública da Presidência da República decidiu não abrir investigação sobre Fábio Wajngarten, chefe da Secretaria Especial de Comunicação Social (Secom). Ele foi denunciado por ser acionista de uma empresa que presta serviços a algumas emissoras e agências que mantêm contratos com governo, como revelou reportagem do jornal "Folha de S. Paulo".
Fábio Wajngarten, chefe da Secretaria Especial de Comunicação Social , no Palácio do Planalto — Foto: Adriano Machado/ReutersFábio Wajngarten, chefe da Secretaria Especial de Comunicação Social , no Palácio do Planalto — Foto: Adriano Machado/Reuters

O relator do caso, o conselheiro Gustavo Rocha, votou pelo arquivamento. Ele foi acompanhado por outros três integrantes da comissão. O placar final foi de 4 a 2 pelo arquivamento. De acordo com o presidente do colegiado, Paulo Henrique dos Santos Lucon, a comissão pode voltar a discutir a questão caso surjam novas evidências.
“Foi feita a análise da legislação cabível e a comissão entendeu que não havia indícios para o prosseguimento do processo”, afirmou.
O presidente da comissão afirmou ainda que o fato de Fábio não exercer funções de gestão na empresa foi levado em consideração pela comissão.
Desde janeiro, a "Folha" vem publicando reportagens sobre o caso. Wajngarten, segundo o jornal, é acionista de uma empresa de pesquisa e auditoria de mídia que presta serviços a algumas emissoras de TV e agências de publicidade que mantêm contrato com a Secom, comandada pelo secretário.
Após o arquivamento da denúncia, a Secom divulgou nota na qual disse que "ficou comprovado" que "não há conflito de interesses entre a atuação do secretário e a sua empresa" (veja a íntegra da nota no final desta reportagem).
A defesa de Wajngarten também se manifestou e disse que o secretário “como servidor, se submeteu respeitosamente à Comissão de Ética Pública, como advogados, magistrados, promotores em seus órgãos de controle” e que “a Comissão de Ética atuou com a independência que engrandece sua instituição permanente”.
A legislação sobre conflitos de interesses do Brasil proíbe membros do comando dos governos de terem negócios com pessoas físicas ou jurídicas que possam ser afetadas por suas decisões. O conflito de interesses pode configurar ato de improbidade administrativa, se comprovado benefício indevido. A demissão é uma das penalidades previstas.

No dia 31 de janeiro, a Polícia Federal abriu inquérito, que tramita em sigilo, para investigar supostas irregularidades cometidas pelo secretário.
A Comissão de Ética Pública da Presidência da República fiscaliza a conduta de ministros, dirigentes de estatais e ocupantes de cargos de natureza especial, como Wajngarten. Os demais servidores federais são fiscalizados pela CGU (Controladoria-Geral da União).

Nota da Secom

Veja a íntegra da nota divulgada pela Secretaria de Comunicação da Presidência:
A decisão da Comissão de Ética Pública da Presidência da República é um marco na defesa do Secretário de Comunicação Fábio Wajngarten.
Reduz a insidiosa campanha promovida por um jornal ao seu lugar, apenas um permanente acinte de calúnias e difamações que se revelaram infrutíferas, apesar da implacável campanha diária.
Ficou comprovado, com a decisão da Comissão de Ética Pública da Presidência da República, de que não há conflito de interesses entre a atuação do Secretário e a sua empresa. E que nenhum grupo econômico do setor foi favorecido pelos atos administrativos do Secretário de Comunicação.
Prevaleceu a verdade e o bom senso. Não há nada de aético ou ilegal na atuação do Secretário Fábio Wajngarten, à frente da Secretaria de Comunicação. A denúncia arquivada é um atestado de idoneidade a ele.
O Secretário de Comunicação continua confiante de que em outros fóruns aonde as supostas denúncias são objeto de apuração, a conclusão será a mesma porque elas não encontram respaldo na realidade.
Secretaria Especial de Comunicação Social da Presidência da República.

Município de Itaipulândia conta com mais uma estrada recuperada com pavimentação asfáltica

A Administração Municipal de Itaipulândia, através da secretaria municipal de Obras, Transporte e Infraestrutura, concluiu mais um trajeto de pavimentação asfáltica no município.
Trata-se da recuperação asfáltica na RM 12, que liga o município de Missal a Itaipulândia, desde a comunidade de Linha São João, Missal, até a entrada da cidade, nas proximidades do anel viário.
Foram executados 2.453,80 metros de extensão, com 15.008,80 m² e um investimento de R$ 708.395,58, com recursos próprios do município.
Este trecho de pavimentação asfáltica estava dentro das prioridades da administração municipal, haja vista o grande fluxo de veículos que circulam diariamente neste trajeto.
Há que salientar que este é o segundo trecho de asfalto já concluído, dentro do maior investimento em recuperação asfáltica do município.
Confira abaixo as estradas que estão ou iniciarão nos próximos dias os trabalhos de recuperação:
- Estrada Vila Lenz
- RM 15 (Caramuru até São José do Itavó)
- Avenida Beira Lago
- RM 41 até Luzitânia
- RM 39 (Lindamar até a Comunidade)
- RM 47 (Cristo Rei)
- RM 50 entre RM 47 e RM 17 (Até o Ewerling)
- RM 36 (Estrada Mioranza)
- RM 50 (Hotel Fazenda)
- RM 10 (Caramuru até o Trevo)
- RM 12 (Até o Rio São João)
- RM 11 (Caramuru até a Santa)
- RM 27 (Saída para Portão Ocoí)
-RM 14 (Parque / Jacutinga).

Mais de 14 mil metros de calçadas em paver estão sendo executadas em ruas do centro de Itaipulândia

A Administração Municipal de Itaipulândia, através da Secretaria de Obras, Transporte e Infraestrutura, está dando uma atenção toda especial nos passeios públicos da cidade, bairros e das comunidades.
Na sede do município já está em fase adiantada de execução 14.062,72 m² em paver, em diversas ruas do centro do município, principalmente onde já conta com rede de esgoto e que ainda não eram contempladas com calçadas.
Após a colocação dos pavers, os passeios serão finalizados com o plantio de grama, através da empresa.
Estão sendo investidos R$1.180.817,33, contemplando várias ruas desde a Avenida Tiradentes até o anel viário, perto da Rádio Sinuelo até praça Edi Berghann, além de ruas nas proximidades das Escolas Multi-Educar e Carlos Gomes.
A equipe administrativa da prefeitura informa que já foram realizados levantamentos sobre outras ruas que necessitam destas melhorias, porém, os serviços serão executados posteriormente.

Iniciadas as obras de construção da rodoviária de Itaipulândia

Uma antiga reivindicação da população itaipulandiense está prestes a se tornar realidade no município. Trata-se da rodoviária, que teve suas obras iniciadas esta semana, com previsão de término em nove meses, através da Construtora Lowe Metal.
A rodoviária está sendo construída ao lado do Clube 19 de Julho, próximo à Praça Edi Berghann e terá 712,61 m², com um investimento de R$ 1.390.891,81 (um milhão trezentos e noventa mil oitocentos e noventa e um reais e oitenta e um centavos), sendo recursos próprios do município.
A estrutura vai contar com quatro guichês de atendimento, lanchonete, guarda-volumes, uma sala comercial, banheiros com trocador e terá capacidade para quatro ônibus.
O acompanhamento da obra está a cargo da Secretaria Municipal de Obras, Transporte e Infraestrutura E Secretaria Municipal de Planejamento.
A previsão da Prefeitura é de que, com a conclusão da rodoviária, o fluxo de passageiros e de linhas rodoviárias possa aumentar no município.

segunda-feira, 17 de fevereiro de 2020

Com a participação de sete grupos, Itaipulândia abre o maior evento da juventude itaipulandiense (EMUJI)

Mais de 600 jovens participaram neste sábado, dia 15 de fevereiro, da abertura do EMUJI - Encontro Municipal da Juventude Itaipulandiense, no Ginásio Municipal Irineu Luis Friedrich.
Vários momentos foram marcantes neste primeiro dia, podendo destacar o desfile de entrada dos grupos, acendimento da tocha olímpica e o juramento do atleta.
Logo na sequencia foi realizada uma apresentação cultural, coreografada pela professora Ana Suelen.
Nesta mesma noite, já valendo pontuação para as equipes, aconteceram duas provas: Garoto e Garota EMUJI, com perguntas sobre a história do município e a prova da dança, onde os grupos demostraram muita criatividade.
O evento segue nos dias 21, 22, 23, 24 e 25, com atividades esportivas, culturais e recreativas.
Estão participando desta edição do EMUJI sete grupos, sendo eles: ATY MIRI, CARAMURU, JUCA, JUVENTOS, SMC, TCHUK-TCHUK e ITAVÓ.
O poder público municipal, através da Secretaria de Cultura e Esportes está à frente de toda organização, com premiação em dinheiro e ajuda de custo aos grupos.
Vários locais e estrutura do município serão usados para realização das provas.
Acompanhe o link abaixo:

sábado, 15 de fevereiro de 2020

Justiça manda soltar 9 PMs suspeitos de cobrar para liberar 'muambeiros' no oeste do Paraná



Em dezembro de 2019, o Gaeco cumpriu mandados de prisão e de busca e apreensão na região oeste contra PMs suspeitos de cobrar dinheiro para liberar 'muambeiros' — Foto: Ronaldo Ragadali/RPCEm dezembro de 2019, o Gaeco cumpriu mandados de prisão e de busca e apreensão na região oeste contra PMs suspeitos de cobrar dinheiro para liberar 'muambeiros' — Foto: Ronaldo Ragadali/RPC

A Justiça mandou soltar nove policiais militares que tinham sido presos suspeitos de desviar mercadorias apreendidas e de cobrar dinheiro para liberar "muambeiros" no oeste do Paraná. Eles vão usar tornozeleira eletrônica e cumprir outras medidas cautelares (veja quais são mais abaixo).
A decisão, desta sexta-feira (14), é do juiz substituto da Justiça Militar de Curitiba Leandro Leite Carvalho Campos.
Segundo o juiz, na atual fase do processo, que tramita em segredo de justiça, "a aplicação de medidas cautelares diversas da prisão serão suficientes para garantia da ordem pública e regularidade da instrução, eis que a maioria das testemunhas arroladas na denúncia foi ouvida".

Medidas cautelares que os PMs terão que cumprir:

  • Obrigação de comparecer em juízo ou local determinado para videoconferência toda vez que for intimado;
  • proibição de alterar o domicílio sem prévia autorização;
  • afastamento dos serviços operacionais e burocráticos;
  • proibição do uso de fardamento e de armamento da corporação ou particular;
  • proibição de manter qualquer tipo de contato (pessoal ou por outra pessoa) com as testemunhas civis ou militares com quem não tenha relação de parentesco;
  • recolhimento domiciliar em período integral;
  • uso de tornozeleira eletrônica.
Os policiais foram presos em dezembro do ano passado em uma operação do Grupo de Atuação Especial e Combate ao Crime Organizado (Gaeco), do Ministério Público do Paraná (MP-PR).
À época, foram presos 10 policiais e outras três pessoas. Segundo a defesa dos policiais, uma PM já estava cumprindo medidas fora da prisão por ter um filho com menos de 18 anos.
Dos três civis, um está solto, outro cumpre medidas fora da prisão e o terceiro continua preso, segundo a defesa.
Sobre a decisão desta sexta, a defesa dos policiais informou que recebeu "com naturalidade o acatamento do pedido de revogação da prisão, pois é uma medida de justiça".

Operação

Segundo o Gaeco, os policiais trabalhavam em Santa Terezinha de Itaipu. O grupo foi preso suspeito pelos crimes de peculato, corrupção passiva, falsidade ideológica, prevaricação e lavagem de dinheiro. Se condenados pela Justiça por todos os crimes, os policiais podem pegar mais de 30 anos de prisão.
À época, a Polícia Militar (PM) informou que sempre está atenta aos casos de desvios de conduta e que apoia investigações como as realizadas pelo Gaeco.
As investigações começaram mais de um ano antes da operação, em dezembro de 2019, e contaram com a colaboração de contrabandistas para o levantamento de informações.
De acordo com o Gaeco, os policiais cobravam dinheiro de pessoas para liberar a passagem de pessoas com produtos sem pagar impostos devidos e desviavam parte das apreensões realizadas.
O grupo vendia mercadorias apreendidas, usando pessoas próximas ou familiares. O dinheiro da venda era dividido entre os integrantes do esquema, informou o Gaeco.

fotos google

Social

Notícias Populares

Poder Legislativo de Itaipulândia Paraná

Poder Legislativo de Itaipulândia Paraná
PAUTA 3ª Sessão Ordinária, do primeiro período legislativo, da Sétima legislatura do Município de Itaipulândia, Estado do Paraná, realizada às 19:00 horas no dia 17 de fevereiro do ano de dois mil e vinte, em sua Sede própria, com a seguinte, ORDEM DO DIA I-PEQUENO EXPEDIENTE: 1- Chamada Nominal dos Vereadores pelo Secretário; 2- Leitura de um trecho Bíblico: Vereador Rodrigo Rogério Pavinatto 3- Leitura, Discussão e votação da Ata: 2.ª Sessão Ordinária de 2020 4-Leitura dos Expedientes. II-GRANDE EXPEDIENTE: PROJETOS DE LEIS EM SEGUNDA DISCUSSÃO E VOTAÇÃO: Projeto de Lei nº 01/2020- Que Concede Reposição Salarial Geral Anual aos Servidores Municipais do Executivo 8,31%; Projeto de Lei do Legislativo nº 01/2020 - Que Dispõe sobre a Reposição de Perdas Inflacionárias nos Subsídios dos Agentes Políticos do Município de Itaipulândia, 4,31% Prefeito Municipal; Vice-Prefeito e Secretários Municipais; Projeto de Lei do Legislativo nº 02/2020- Que Dispõe sobre a Reposição de Perdas Inflacionárias nos Subsídios dos Vereadores do Município de Itaipulândia, 4,31%; Projeto de Lei do Legislativo nº 03/2020- Que Concede Reposição Salarial Geral Anual aos Servidores da Câmara Municipal de Itaipulândia, 8,31%. Sala de Sessões da Câmara Municipal de Itaipulândia, em 14 de fevereiro 2020. Vilso Nei Serena Presidente